creative commons

Acompanhamento de avaliações para professores de cursos semestrais

Há alguns anos, publicamos uma planilha de acompanhamento do desempenho de alunos, voltada para as modalidades de ensino fundamental e ensino médio.

Recentemente, alguns professores de graduações pediram para convertermos a mesma planilha em uma versão para controle semestral, composto por duas unidades letivas bimestrais.

A justificativa é de que, em algumas faculdades, o professor possui um sistema para incluir a nota de até duas avaliações por aluno matriculado, porém, caso tenha optado por realizar trabalhos como parte da nota de cada unidade, deve calcular as médias em separado, para só então lançar no sistema da instituição.

Em breve, disponibilizaremos o vídeo com as dicas de preenchimento. Confira abaixo as principais funcionalidades dessa versão.

Baixe agora mesmo a planilha para acompanhamento de avaliações voltada para universidades e facilite sua vida com essa verdadeira calculadora de notas para professores de IES.

Principais funcionalidades

  • Cadastre até 50 alunos matriculados por turma;
  • Calcule o total de faltas, as médias bimestrais e obtenha a média final, considerando até dois trabalhos por bimestre;
  • Defina o método de cálculo (soma de pontos extras, média) das notas dos trabalhos enquanto componentes da nota final de cada bimestre;
  • Exiba um relatório dinamicamente com a relação de matriculados e os percentuais de aprovados, reprovados e alunos com notas pendentes.

Planilha para controle de estoque com gráficos dinâmicos

A planilha de estoque que apresentamos a seguir foi construída a partir de sugestões de vários de nossos visitantes. Ela inclui um quadro de cadastro e controle de estoque para até 1.500 produtos e duas tabelas para lançamento de até 20.000 entradas e saídas desses produtos.

Além disso, a planilha oferece quatro opções de gráficos dinâmicos importantes para a gestão do estoque, como a curva ABC do estoque, a curva ABC de vendas e o histórico de vendas mensais por descrição de itens.

Para facilitar o uso das abas da planilha e o acesso às opções de ajuda online e termos de uso, um painel de navegação inicial realiza a ligação entre cada uma das telas.

Utilizando a planilha

Antes de iniciar o uso da planilha, certifique-se ao abrir o arquivo de habilitar o recurso de macros de seu Microsoft Excel 2007 ou superior.

  1. Inicie o lançamento dos dados de novos produtos na aba de cadastro e controle. Somente após essa primeira inclusão os dados estarão disponíveis nas abas de lançamento de entradas e de saídas. As informações previstas foram as seguintes: código e descrição do item, código e nome do fornecedor, grupo, código da localização física no estoque (bastidor, estante, prateleira etc.), estoque mínimo e estoque anterior;
  2. Para cada produto informado anteriormente, efetue o lançamento de entradas (compras realizadas por produto), incluindo as informações de: data da compra, nota fiscal, preço de compra, quantidade, unidade e código do item segundo cadastro (os dados serão atualizados conforme inclusão anterior);
  3. As saídas do estoque (vendas realizadas por produto) podem ser registradas a partir dos seguintes campos: data da venda (ou perda), código do pedido, preço de venda, quantidade, unidade e código do item (os dados serão atualizados conforme inclusão inicial);
  4. Acompanhe o fluxo do estoque e seu valor financeiro atualizado a cada movimentação através da aba de cadastro e controle.

Utilizando os gráficos dinâmicos

  1. Gráfico de curva ABC por grupo de itens: serve para indicar quais grupos de itens respondem pela maior parte do valor financeiro em estoque (concentre seus esforços de vendas sobre esses itens). Defina os percentuais de agrupamento desejados ao lado do título (por padrão: A<=60%, B<=85%, C<=100%), aplique filtros de nome de grupo, fornecedor e nível do estoque, caso necessário, e clique no botão atualizar;
  2. Gráfico de curva ABC por descrição de item: semelhante ao gráfico anterior, permite busca mais detalhada por descrição. Defina os percentuais de agrupamento desejados ao lado do título (por padrão: A<=60%, B<=85%, C<=100%), aplique filtros de descrição de item, nome de grupo, fornecedor e nível do estoque, caso necessário, e clique no botão atualizar;
  3. Gráfico de curva ABC de vendas: indica os produtos mais vendidos e sua participação no total de vendas do período selecionado (o estoque dos itens mais vendidos e que geram boa parte da receita não deve esgotar). Defina os percentuais de agrupamento desejados ao lado do título (por padrão: A<=60%, B<=85%, C<=100%), aplique filtros de descrição de item, ano, trimestre, nome de grupo e fornecedor, caso necessário, e clique no botão atualizar;
  4. Histórico de vendas por descrição de itens: apresenta a quantidade de itens e o total de vendas realizadas no período. Aplique filtros de nome de grupo, fornecedor e descrição, caso necessário, e clique no botão atualizar.

Conheça também

Para professores de todas as redes: quadro de desempenho de alunos

Nos últimos anos, alguns governos estaduais e municipais começaram a distribuir ou facilitar o acesso de seus educadores às novas tecnologias, por meio de computadores pessoais, notebooks, impressoras ou até mesmo acesso à Internet em banda larga com custo zero ou partilhado.

Professores de escolas particulares há muito tempo também têm precisado aprimorar suas aulas com recursos multimídia, de modo a prender a atenção de uma juventude cada vez mais conectada e ambientada ao mundo da convergência digital.

Bom, acreditamos que, por conta desse movimento de inclusão digital da Educação, desde o início deste ano tenhamos recebido alguns pedidos de professores das redes pública e privada que desejavam realizar um controle mais fácil do desempenho de seus alunos através de uma de nossas planilhas.

Resolvemos produzir essa planilha e disponibilizá-la de modo gratuito sob uma licença Creative Commons, para que todos os professores possam usufruir dessa ferramenta e fazer os próprios ajustes necessários, de forma fácil e sem custos.

Utilizando a planilha

O vídeo abaixo demonstra a facilidade no preenchimento da planilha, assim como algumas funcionalidades, como a navegação direta por meio das notas bimestrais no painel geral e a definição de como os trabalhos devem ser acrescidos às notas finais de cada bimestre.

Além dessas características, a planilha possui um relatório dinâmico extra, que classifica os alunos por ordem de média final, agrupando-os em aprovados, reprovados e alunos cuja média final dependa da definição de alguma nota.

É possível determinar, no topo da aba GERAL, a quantidade de faltas máximas da disciplina, as médias mínimas para aprovação antes ou após a prova final.

O arquivo segue protegido, apenas para evitar que alguma fórmula seja acidentalmente apagada ou sobrescrita. No entanto, quem desejar, poderá desbloqueá-la sem a necessidade de senha alguma, bastando para tanto selecionar a opção Desproteger planilha no menu Revisão do Microsoft Excel 2007 ou superior.

Se você ainda ficou em dúvida de que a planilha servirá para você, dê uma olhadinha na versão preenchida em formato PDF, logo abaixo!

Nova planilha de horas extras e não trabalhadas com gráfico de frequência do funcionário

Essa é a nova versão da planilha Acompanhamento mensal de horas extras – versão 2 e inclui um gráfico de frequência do funcionário.

Como utilizar a planilha

  • 1ª Aba: CONFIGURAÇÕES
    1. Uma das novidades dessa versão foi a individualização dos horários de expedientes por dia da semana e feriados;
    2. Logo no início, observe o campo TOLERÂNCIA MÁXIMA. Ele sinalizará (na cor vermelho) nas colunas de entrada se o funcionário está reincidindo nos atrasos;
    3. Defina o valor do salário do funcionário (se houver gratificações não variáveis, como bônus ou produtividade, não inclua esses valores na conta) e as horas mensais (geralmente 176 horas). Se o funcionário tiver algum extra como insalubridade ou periculosidade, coloque no campo OUTROS ADICIONAIS;
  • 2ª Aba: FREQUÊNCIA
    1. Os dados do funcionário são trazidos para essa página a partir da aba CONFIGURAÇÕES;
    2. Preencha os horários de entrada e saída nos expedientes 1 e 2. O formato de entrada dos horários é sem pontuação: 1800 para 18:00, 1530 para 15:30. A conversão é automática. E isso facilita a entrada de dados por um digitador experiente, pois ele não irá parar para incluir “:” entre cada par de algarismos;
    3. Se tiver marcado com “Sim” o campo REMUNERAR CHEGADA ANTERIOR AO EXPEDIENTE, os funcionários que entram mais cedo poderão sair mais cedo ou computar horas extras. Caso tenha marcado com “Não”, mesmo que tenham chegado 07:30 as horas só computarão por expediente a partir do horário padrão da aba CONFIGURAÇÕES;
    4. Horas extras só começam a computar caso o funcionário tenha cumprido com as horas regulares no mesmo dia;
    5. Ao lado do dia do mês e dia da semana há uma coluna (EVENTO) para você lançar se naquele dia ocorreu FALTA (total ou parcial), FERIADO ou FOLGA do funcionário;
    6. Na coluna JORNADA ESPECIAL, lance os horários que são passíveis de adicional noturno. Ou seja, se você precisar lançar um período entre 22h e 06h da manhã, coloque nessa área.
  • 3ª Aba: GRÁFICO
    Uma outra novidade nessa versão é que você terá um gráfico de frequência regular, no qual será possível identificar aqueles funcionários que reiteradamente chegam mais tarde ou mais saem mais cedo e diferenciá-los daqueles que apenas exporadicamente o fazem.