Como calcular a quantidade máxima de dias em um mês qualquer?

por Equipe do blog

Os meses do ano no calendário ocidental podem variar de 28 a 31 dias. E existem situações em que precisamos dividir um determinado valor pela quantidade de dias de um certo mês: salário/dia, ligações/dia, exercícios/dia etc.

Você pode resolver isso com fórmulas complicadas para testar se o mês tem 30 ou 31 dias ou, em sendo mês de fevereiro, se o ano desejado é bissexto ou não. Mas seria muito mais simples utilizar a seguinte fórmula para descobrir, a qualquer momento, a quantidade de dias de qualquer mês desejado.

Para isso, utilizaremos as funções DIA(data) e DATA(ano; mês; dia), como nos exemplos abaixo:

Interpretação da fórmula acima: retorne o dia anterior ao primeiro dia do mês seguinte.

Copie daqui e substitua o endereço B3 pela célula ou valor numérico do mês desejado:

=DIA(DATA(2020;B3+1;0))

Para entender melhor o que fizemos, lembre que DATA(2020;3;1) retornaria a data 01/03/2020, o primeiro dia do mês desejado (março/2010). Então, DATA(2020;4;0) retornará exatamente o dia imediatamente anterior (1-1=0) ao primeiro dia do mês seguinte (3+1=4) ao desejado (3), ou seja, o último dia do mês de março: 31/03/2020.

Como DIA() retorna apenas o dia de uma data, o resultado será a quantidade máxima de dias do mês.

Você ainda pode utilizar uma data existente como referência para o cálculo, utilizando as funções ANO() e MÊS(), como no exemplo abaixo:

Copie daqui e substitua o endereço B12 pela célula ou valor numérico do mês desejado:

=DIA(DATA(ANO(B12);MÊS(B12)+1;0))

Disponibilidade nos editores de planilha

As funções DATA(), ANO(), MÊS(), DIA() estão implementadas no Microsoft Excel e no Planilhas Google.

RETRIBUA COMO PUDER

Você tem Instagram?

Clique aqui para me seguir no @reidasplanilhas! 😀

Compartilhe com seus contatos

Clique em uma das redes sociais abaixo para divulgar esta planilha com amigos e familiares:

Muito obrigado! 😀

Lista de marcadores

Encontre conteúdos semelhantes clicando em um dos marcadores abaixo.

Quem gostou, também leu...

Nosso blog necessita utilizar cookies para aprimorar a sua experiência e monetizar nosso conteúdo. Acreditamos que você não veja problemas nisso, mas você pode optar por sair se desejar. Aceitar Saiba mais